anotações para uma curta memória de longa duração


O casamento da Alininha…
08/12/2010, 21:40
Filed under: Dona-de-casa estaile

…merece um post exclusivo. Mas no momento não dá; o calor está insuportável e meu cérebro está escorrendo derretido pela orelha.

***

Todas as minhas roupas estão oficialmente na pilha de roupas para passar. Pela atenção, obrigada.



Caro Senhor…
21/11/2010, 19:37
Filed under: Dona-de-casa estaile, Inutilidades

…Silvio Santos,

Assisti seu programa Roda a Roda Jequiti hoje. É muito bom porque eu descubro as palavras com só 2 letras. Na verdade é ruim, porque fico nervosa enquanto as pessoas não acertam as palavras e acaba me dando certo sono. Mas gostaria muito de participar do mesmo jeito… Enfim, preciso comprar mais Jequiti da minha prima e mandar o meu cupom.

Na verdade queria dizer que é mais legal envelhecer naturalmente, e olhando bem nos seus olhos hoje, lembrei da Jocelyn Wildenstein e isso é ASSUSTADOR. Portanto gostaria de pedir, encarecidamente, para parar com os procedimentos estéticos que o Sr. anda fazendo ultimamente.

Att,

Eu.

***

Ao vivo: muito bom Sr. SS fazendo a piada do bambu com a Maísa… Ela cresceu né?



15 dias em 5 minutos

Bom, que eu sumi ninguém tem dúvidas. Sumi de tudo: blog, msn, orkut (faz tempo né! tipo anos), feice. Todas as malditas redes sociais do inferno, heheh. Às vezes me dá uma vontade de deletar tudo. Eu sei que dá. Ana Laura não tem nada disso, vive, respira e é feliz; quem sabe vira inspiração um dia desses…

Enfim, recapitulando 15 dias em 5 minutos… o que teve?

– Teve trocentos seminários, e a disciplina de 15 créditos ainda não acabou. Falta um, e apenas UM, seminário; na próxima terça serei uma pessoa livre! Não quero abrir o powerpoint até o ano que vem, por conta dessa overdose.

– Teve aula de poker, aula particular praticamente. O cara perguntou “vc já sabe jogar?” e eu respondi “sim, mas quero aprender as manhas!”. Pronto, extrapolamos o horário da aula e eu aprendi a crupiezar (opa, verbo novo), fazer gracejos com as fichinhas, e uns outros tipos de jogos. Great fun.

– Teve show do Bon Jovi uhuuuuuuuuuuu lindoooooooooooooo. Teve gritaria histérica, teve rouquidão subsequente, teve chororô, teve sentar longe e enxergá-lo bem pequenininho, mas também teve um telão maravilhoso que dava a impressão que ele tava logo ali na frente. Sorrindo aquele sorriso maravilhoso. Pra mim. O melhor show da vida, por enquanto. Mas já adianto que vai ser difícil bater, até por que…

– Teve show do Jamiroquai e ele não bateu. O show tava ótimo, companhia idem, mas pista é foda. Galera sabe que sou alta, então não enxergo nada, mesmo perto da grade. Mal enxergava o telão. E também faltaram algumas músicas… sei lá. Mas foi lindo, amei também.

– Teve festinha no lab, teve vinho na Paulitchas, teve cinema, teve japonês, teve shopping. Teve filme em casa. Teve alguém que cozinhasse pra mim em casa! Teve feriado que, mesmo em SP, foi muito bem aproveitado. Enfim, tiveram coisas boas acontecendo nesses últimos dias.

– Também entreguei o pedido da minha bolsa, aquela pra Bélgica Holanda. O resultado só sai ano que vem, então assunto encerrado, por enquanto.

– Teve o total abandono do desafio das frutas. Teve a quebra da minha arara em que eu pendurava as minhas roupas. Teve um mês sem passar roupa. E outras coisas domésticas FAIL.

– Teve descobrir um salão aqui perto de casa e sofrer com, entre outras coisas, um esmalte rosa pink muito mal escolhido.

– Teve dormir de menos. Somando as duas últimas noites, dormi 10 horas. Nada bom. O ideal seria o dobro disso!

Enfim. É o que teve pros últimos dias! Estou perdoada pelo sumiço?!



O desafio das 7, ops, 5 frutas

E então que estou de bom humor hoje. Consegui escrever umas coisas, passar em 2 (DOIS) mercados, acho que resolvi o problema da minha inscrição naquele congresso infeliz e coisa e tal. E enquanto estava no meu querido ObaOba, comecei a olhar todas aquelas frutinhas lindinhas com aqueles cheirinhos gostosinhos e docinhos e esse calor insuportável que está fazendo atualmente ai que horror o povo todo suando mas pelo menos dá vontade de comer fruta gelada, e comecei a lembrar do meu feriado empanturrado de comidas não-saudáveis e tomei uma decisão: levar 7 frutas estranhas pra casa e provar uma por dia.

Quem me conhece sabe que eu não sou muito chegada em frutas/legumes/verduras, mas quem me conhece também sabe que já melhorei muito nesse quesito ao longo dos últimos anos. E daí que estamos aí né, morando num lugar estranho, ui que loucura, então vamos pôr em prática a idéia de fazer loucura e comer umas frutas estranhas. Nossa, que radical. Pois é.

A idéia meio que não deu certo já na saída do mercado, porque acabei dando preferência para a família das ameixas e sabe como é, dizem que ameixa solta a coisa toda, então troquei 2 frutas estranhas por 2 maçãs bonitas, pra fazer aquele contra-balanço. Então a idéia é ir alternando as frutas estranhas com as maçãs, mas são 5 frutas pra 2 maçãs, então minha matemática meio que pifou na hora de planejar as frutas alternativas. Mas enfim… vamos às frutas:

toda trabalhada na natureza morta.

Na fileira de cima, obviamente as 2 maçãs. Na fileira do meio, da esquerda pra direita, estão uma granadilla colombiana, uma ameixa americana e uma ameixa letícia. Na fileira de baixo, uma nectarina “importada” (aham) e uma ameixa san golden.

Ok, B, ameixas não são necessariamente frutas estranhas, talvez essa granadila aí, mas me lembra grenadine e também parece familiar, mas resumindo, nada disso é estranho pra mim. Muito menos a nectarina.

Ok, pessoa, mas nectarinas e ameixas não são frutas que eu costumo acordar com desejo de comer, e o desafio é meu e eu posso me sentir desafiada pelo que eu bem entender, hahah.

PS: Não estou de dieta.



ufa!

terminei o pauer póintchi. falei para o pequeno pônei que foi o maior alívio do mundo, depois admiti, foi o maior alívio do final de semana.

mas vcs pensam que acabou? NÃO! pq amanhã eu mostro pro meu orientador e vai que ele pede pra mudar tudo? hahahah. daí é maria da graça mode ON né.

falando em maria da graça, fiquem com uma foto da planta que eu super ressuscitei aqui em casa:

 opa, tô gátan!

meu vaso de salsinha não anda bem das pernas dos raminhos, tadinho. quando ele melhorar eu mostro aqui.



Do Vaso de Salsinha
26/07/2010, 23:53
Filed under: Dona-de-casa estaile

Meu filhotinho, o Vaso de Salsinha, está precisando de uma poda urgente. Quando ele chegou aqui em casa, eu coloquei o vasinho perto da sacada, mas daí ele tomou muito sol e as folhinhas mais novas queimaram. Agora o vasinho já está num lugar mais protegidinho mas as folhinhas queimadas tão bem amarelinhas e bem sequinhas…

A questão é:

COMO PODAR UMA SALSINHA? Corto só as folhinhas e deixo o cabinho? Corto o cabinho inteiro? Corto a metade do cabinho?! Ou tem que arrancar o cabinho de dentro da terra? Posso cortar com uma tesoura ou tenho que comprar aquelas tesouras de poda? Quantas perguntas! A disciplina de cultivo de células vegetais da graduação não me ajudou muito nesse caso…

Aceito sugestões e conselhos. Agradecida!

PS: Se alguém souber como colher as folhinhas de salsinha que ainda estão boas, me conte! Eu arranquei algumas já, mas tenho uma vaga impressão de que fiz tudo errado…



Comemoração, pt. I

14/04, 6h30 da manhã: toca o interfone. @#$%*&, é muito cedo. Levanto e atendo, era o porteiro. “Bianca, seu pai deixou uma cesta aqui pra você”. Como assim, Bial? Meu pai está em Curitiba (ok, ele mandou a cesta, mas sabe né, estou na época de falar as verdades pras pessoas…). “Posso mandar pelo elevador?” Pode seu moço, tudo pra não me fazer tirar o pijama às 6h30 da manhã. Pego a cesta no elevador e… durmo de volta.

14/04, manhã: recebo parabéns e mensagens e ligações, aquela coisa toda de aniversário, mas só a partir das 10h, porque quem é meu amigo sabe que eu não estou consciente antes desse horário. Menina Kelly me dá um presente fofo e super útil – Bibimóvel Segundo agradece!

14/04, 13h: almoço do lab em lugar incomum, por razão dessa daaataa queriidaaa.

14/04, tarde: trabalhei muito pouco, não consegui trabalhar mais. (Sinceridade, a gente vê por aqui!) Achei um presente que eu poderia dar para mim mesma… que não era nenhum dos dois que eu estava procurando antes. Mas ainda não comprei. Se estiver disponível amanhã ainda, é pra ser meu, heheh.

14/04, noite: Liris se une às meninas do apê para um jantar italiano fofo (tem palavra melhor pra descrever?!), oferecido por mim mesma. Por mim o dia poderia ter acabado aqui.

***

Bi1, você transborda boas intenções, sério. Mas sou macaca velha (e agora ainda mais velha); só acompanhei porque era o seu presente pra mim. E não adianta acreditar que vai melhorar, porque não vai… mesmo. As pessoas não mudam; elas são o que são. Veja bem, não quero ser pessimista, entende? Apenas realista. C’est la vie, mon amie.

***

Carol chega aqui na sexta, mas estou pensando em desistir de sair. Veremos.

***

Não aguentei de curiosidade e fui checar se o presente que eu quase comprei de tarde ainda estava disponível… Já esgotou. Conseguem escutar o cosmos dizendo: “Bianca, não gaste!”? Eu consegui!